Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Redução

Com lombadas e radares inoperantes, arrecadação com multas cai pela metade

Este ano, Agetran recolheu apenas R$ 9 milhões com autuações de trânsito

16 OUT 2017Por Jones Mário07h:00

Sem radares e lombadas eletrônicas funcionando desde dezembro do ano passado, a prefeitura de Campo Grande registrou este ano, a pior arrecadação com pagamento de multas dos últimos sete anos. Em relação a 2017, o resultado também é negativo e os números mostram que a queda foi de quase 50%. 

Dados do Portal da Transparência do município mostram que a arrecadação da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) com multas entre janeiro e os dez primeiros dias de outubro deste ano foi de apenas R$ 9 milhões. Esse valor só não é pior que o resultado de 2010. Há sete anos, a Agetran levantou R$ 7,8 milhões em igual período.

Já no comparativo com o recolhimento registrado no ano passado, a queda é de 49,6%. Em 2016, R$ 18,2 milhões foram levantados com autuações no trânsito entre janeiro e o começo de outubro de 2016. 

Reportagem completa está na edição de hoje do Correio do Estado.

Leia Também