Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

Pressão

Com faixas e cafezinho, manifestantes protestam na Câmara da Capital

Vereadores voltam ao trabalho hoje e segurança foi reforçada com 50 guardas

4 AGO 2015Por ALINY MARY DIAS E KLEBER CLAJUS08h:40

A volta dos vereadores ao trabalho, nesta terça-feira (4), será tensa, isso porque manifestantes já iniciaram protestos em frente à Câmara da Capital desde às 5h30 de hoje. A maior parte dos manifestantes são professores que querem chamar a atenção da população para o reajuste salarial.

Ao todo, cerca de 100 manifestantes se aglomeram em frente à Casa de Leis, que tem segurança reforçada com pelo menos 50 guardas municipais.

Quem passa pela Avenida Ricardo Brandão, a pé ou de carro, é recepcionado com uma café, alusão ao código do “cafezinho” usado por investigados na Operação Lama Asfáltica durante negociação de propina.

A abordagem dos manifestantes já causa lentidão no trânsito e a via chegou a ser parcialmente interditada.

Wanda Fernandes, de 35 anos, é professora e afirma que o objetivo do protesto é chamar atenção da população não só pelo caos na educação, mas também pelo fato de a cidade estar parada.

“O café não pode comprometer a nossa saúde e a educação, quem pagou o café da Câmara?”, questionou a professora.

Os protestos devem sair da rua e irem para o plenário da Câmara, que ainda não foi aberto.  

 
  • Álvaro Rezende/Correio do Estado
  • Álvaro Rezende/Correio do Estado
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também