Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Manifestação

Com caixão em desfile, professores protestam para "enterrar" corrupção

Grupo de 200 profissionais acabou sendo incluído na programação do desfile

26 AGO 15 - 10h:33ALINY MARY DIAS E KLEBER CLAJUS

Um grupo de aproximadamente 200 professores da Rede Municipal de Ensino (Reme), que apesar de terem dado fim à greve que durou mais de dois meses ainda exigem reajuste de 13,01%, participou, em ato de protesto, do desfile em comemoração aos 116 anos de Campo Grande.

Vestidos com camisetas pretas, com cartazes e mãos e até um caixão com foto de vereadores, os professores se concentraram por volta das 8 horas na Praça do Rádio Clube.

De lá, o grupo saiu em passeata pela cidade até a 14 de Julho. Não estava na programação do desfile a participação dos professores. No entanto, na altura da Rua Dom Aquino, a organização permitiu a inclusão dos professores.

Os profissionais foram precedidos por um grupo de artistas, que se manifestaram varrendo a 14 de Julho em ato de limpeza da corrupção.

Enquanto os professores passavam, os quase 10 mil que acompanham o desfile aplaudiram a atitude.

O presidente da Associação Campo Grandense dos Profissionais da Educação (ACP), Geraldo Alves, foi chamado para subir no palanque por Alcides Bernal (PP), prefeito reconduzido ao cargo por força de liminar.

Ao microfone, Geraldo disse que espera por reunião com Bernal já nesta quinta-feira (27) e aguarda acordo para pagamento do reajuste. Por outro lado, Bernal disse que “a lei foi feita para ser cumprida. Estamos pegando a cidade destruída economicamente e precisará ser reconstruída. Juntos vamos fazer limpeza nessa cidade”, disse.

Símbolo de últimas manifestações na Câmara, que inclusive acabaram em pancadaria, a professora Zelia Aguiar, 55 anos, ficou emocionada durante o ato de protesto e disse que os professores têm esperança.

“É um protesto em agradecimento a vereadores da oposição e apoio ao prefeito que está entrando”, disse.

Depois do ato, os professores seguiram até o final do desfile e não há novos protestos marcados para esta quarta. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Homem estaciona para fazer ligação é e assaltado no Universitário
CAMPO GRANDE

Vítima estava vindo de MT para visitar a tia

Rapaz é espancado por sete pessoas na Capital
VIOLÊNCIA

Rapaz é espancado por sete pessoas na Capital

Campo Grande Expo 2019 <br>abre seus portões amanhã
INFORME PUBLICITÁRIO

Campo Grande Expo 2019 abre seus portões amanhã

Ato em apoio ao governo de Bolsonaro reúne milhares de pessoas na Capital
MANIFESTAÇÃO

Ato em apoio ao governo reúne 4 mil pessoas na Capital

Mais Lidas