Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

transporte

Com 1,5 mil pontos sem cobertura, população sofre sob sol e chuva

Prefeitura promete 500 locais com proteção

4 OUT 2017Por DA REDAÇÃO05h:00

Cerca de 1,5 mil pontos de ônibus, dos quase 3,5 mil instalados em Campo Grande, não possuem nenhum tipo de cobertura.

É o que indica levantamento apresentado ontem (3) pela Comissão Permanente de Transporte e Trânsito da Câmara Municipal, durante encontro com o prefeito Marquinhos Trad (PSD).

“Se está sol, saímos prejudicados. Se chove, fica pior ainda”, destacou o pedreiro Alberto Sales, 60 anos, morador do Bairro Nova Lima, região norte da Capital.

Segundo ele, o descaso é total com a população que precisa utilizar o transporte público. “Nossa vida é andar agarrado nesses pedaços de pau. Uma capital que se preze não pode oferecer algo tão ruim”, disse.

Para a diarista Carmen Lima, 52, que mora no Estrela Parque (região leste), todo dia é um confronto entre a dificuldade de ficar exposta às condições climáticas e os perigos habituais das ruas.

“Sempre tenho de ir aos bairros ricos para meu serviço e sempre encaro isso: pontos sem nenhuma proteção, em locais escuros, expostos. Ficamos com uma sensação de insegurança muito grande”, explicou.

De acordo com o William Maksoud (PMN), vice-presidente da Comissão Permanente de Transporte e Trânsito da Câmara Municipal, um dos problemas apontados pelo prefeito são os atos constantes de vandalismo.

*Leia reportagem, de Rafael Ribeiro, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

 

Leia Também