Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Certificado

Churrascaria incendiada
é multada e interditada por
não ter vistoria dos bombeiros

A multa aplicada ao estabelecimento é de R$ 1.078, o equivalente a 50 UFERMS

11 AGO 15 - 11h:12VÂNYA SANTOS

A churrascaria O Laçador foi fiscalizada nesta segunda-feira (10) por equipe do Corpo de Bombeiros, notificada, interditada e multada em R$ 1.078, o equivalente a 50 Unidades Fiscais Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul (UFERMS) por não ter certificado de vistoria emitido pelos socorristas.

De acordo com o chefe da Assessoria de Comunicação do Corpo de Bombeiros, tenente coronel Hudson Faria de Oliveira, o certificado é necessário porque significa que bombeiros foram até o comércio, verificaram a situação dos extintores, a iluminação de emergência e rota de fuga.

Já o engenheiro civil especializado na elaboração de projetos de prevenção a incêndio, Jarham Lelis Ferreira, apontou a necessidade de empresas com armazenamento de gás, acima de 90 quilos, terem projeto que indique ao Corpo de Bombeiros pontos estratégicos, como local da tubulação de gás e pontos onde estão instaladas tomadas para auxiliar a equipe no momento de controlar as chamas.

A vistoria dos bombeiros é anual e, dependendo do tamanho do empreendimento, é exigido hidrante de parede (acima de 900 metros quadrados), splinter (chuveiro automático) e detector de fumaça.

“Não basta colocar os equipamentos de segurança, a equipe precisa saber usar extintor porque os bombeiros demoram de 5 a 10 minutos para chegar, mas os funcionários brigadistas podem combater o foco de incêndio”, explicou o chefe da assessoria.

Ainda conforme o tenente coronel Hudson, para que o local obtenha o certificado de vistoria é preciso atender as exigências das normas técnicas previstas no Código de Segurança Contra Incêndio, Pânico e Outros Riscos (Lei 4.335/2013). “De acordo com a lei, a churrascaria O Laçador é comércio de risco médio, sendo assim, para cada 10 funcionários, seis têm que ter curso de brigadista e, acima desses 10, para cada 15 trabalhadores, um tem que ter o treinamento”, ressaltou o militar.

PROJETO
Há três anos elaborando projetos de prevenção a incêndio, o engenheiro e proprietário da empresa Projecalc, Jarham, explicou que conforme a legislação, o comércio que tem armazenamento de gás superior a 90 quilos precisa ter projeto de combate a incêndio. “O projeto vai mostrar aos bombeiros onde passa a tubulação de gás, onde estão os pontos de tomadas, que mantêm ligados fornos e fogões, além da central de gás”, destacou.

Contudo, o engenheiro explicou que o caso da churrascaria O Laçador é diferente porque as coifas instaladas logo acima da churrasqueira armazenam gordura e, por conta disso, precisam de manutenção periódica. “Por conta desse tempo seco, e com o acúmulo de gordura, quando a fumaça passa pela coifa, começa a esquentar e, sem a manutenção devida, a gordura entra em combustão espontânea”, explicou o engenheiro.

Com relação a equipe brigadista, Jarham ressaltou que há necessidade porque a churrascaria é um local de concentração de público. “O brigada é treinado para combater o princípio de incêndio e foi justamente o que fizeram no restaurante. Eles combateram e acharam que tinha resolvido o problema. O brigadista detecta o foco de incêndio, aciona o Corpo de Bombeiro, tenta combater e, se não consegue, evacua o local”, detalhou.

Para o engenheiro Jarham, o caso da churrascaria foi bastante complexo porque o fogo atingiu uma área, onde não era possível ver e a estrutura de cobertura do prédio era toda de madeira, que foi o combustível para propagar as chamas. “Hoje em dia, o ideal é a estrutura de cobertura ser metálica porque se acontecer de pegar fogo na coifa, não terá mais o que queimar na cobertura e ele apaga”, orientou.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio
ELEIÇÕES 2020

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio

Megaoperação contra a dengue premiará moradores que mais ajudarem nas ações
COMBATE AO AEDES

Megaoperação contra a dengue premiará moradores que mais ajudarem nas ações

Mais de 24 mil candidatos fazem prova para seleção de professor neste domingo
REDE ESTADUAL DE ENSINO

Mais de 24 mil candidatos fazem prova para seleção de professor neste domingo

Menina de 4 anos é internada em estado grave após picada de escorpião
SEGUNDO CASO EM MENOS DE UM MÊS

Menina de 4 anos é internada em estado grave após picada de escorpião

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião