segunda, 16 de julho de 2018

UTR

Catadores suspeitam que incêndio tenha sido criminoso

Chamas que atingiram o local na noite de sábado (8) destruíram vários materiais

10 AGO 2015Por MARESSA MENDONÇA14h:30

O incêndio que ocorreu no último sábado (8) na Usina de Triagem de Resíduos (UTR), localizada no bairro Dom Antônio Barbosa em Campo Grande, pode ter sido criminoso. Por isso, o presidente da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis nos Aterros Sanitários, Daniel Obelar foi orientado a registrar boletim de ocorrência sobre o caso.

Durante vistoria no local, o diretor-presidente da Fundação Social do Trabalho (Funsat), Cícero Ávila declarou à assessoria de imprensa da Prefeitura que todos estavam tristes com o ocorrido e que “o incêndio de sábado pode ter sido criminoso ou acidental, precisamos aguardar o laudo técnico, uma vez que, de acordo com os próprios trabalhadores, tentaram entrar aqui por duas vezes essa semana”, comentou.

O diretor-presidente do Instituto Nacional do Planejamento Urbano (Planurb), Marcos Cristaldo, que também foi ao local, disse que as secretarias do município vão se reunir para discutir alternativas para diminuir os prejuízos, já que os materiais que se perderam estavam acumulados desde o início do ano e eram guardados para despesas de fim de ano, especialmente o 13º salário das famílias dos catadores.  

Leia Também