Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

fez família refém

Bandido que rendeu família é preso
com joias e arma na casa de namorada

Investigado conhecido como 'Fuçado' teria praticado outros 5 roubos

31 MAI 2017Por MARIANE CHIANEZI18h:24

Antônio Mota Júnior, de 25 anos, foi preso na madrugada de hoje no Jardim Noroeste, em Campo Grande. Ele é suspeito de realizar assalto, junto a um comparsa, na noite de ontem, no Jardim Santa Fé, onde fez refém um médico, de 41 anos, a esposa, de 37 e a filha, de 17 anos. Bandidos levaram joias, eletrodomésticos e o carro da vítima, um Astra.

Conforme o delegado da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubos e Furtos (Derf), Reginaldo Salomão, prisão do suspeito aconteceu com a ajuda do Serviços de Investigação Geral (SIG). Equipes realizaram diligências pela cidade assim que Antônio foi identificado como possível responsável pelo crime.

“O assalto aconteceu por volta das 19h, enquanto as vítimas esperavam o portão de casa abrir. Além deste crime, ele é suspeito de mais cinco roubos de veículos e com as informações conseguimos identificar que ele tinha uma namorada no Noroeste. Hoje, por volta das 5h, ele apareceu por lá e conseguimos efetuar a prisão”, disse Salomão.

Com Antônio, conhecido também como “Fuçado”, foram encontrados uma pistola calibre .32, o relógio roubado da vítima, corrente de ouro e um veículo modelo Celta, que estaria com as rodas de um dos carros roubados, um Prisma.

Ainda de acordo com o delegado, suspeito não delatou comparsa, mas polícia tem possíveis nomes de quem seria o segundo envolvido no roubo. “Ele havia saído do regime semiaberto recentemente. Saiu de dia para trabalhar e não retornou mais”, afirmou.

Automóvel Celta, conforme delegado, teria sido comprado com dinheiro adquirido através dos produtos roubados. Antônio é conhecido no meio policial, tendo diversas passagens por tráfico, furto e roubo. Polícia segue com as investigações. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também