Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

quatro disparos

Bandido furta moto, foge e morre
em troca de tiros com a Polícia Militar

Suspeito atirou contra os PMs durante fuga, segundo ocorrência

17 JUN 2017Por MARIANE CHIANEZI E BÁRBARA CAVALCANTI08h:19

Suspeito de furto ainda não identificado foi morto em troca de tiros com a Polícia Militar na noite de ontem (16), por volta das 23h, na Avenida João Arinos, saída para Três Lagoas, em Campo Grande. Homem estava com moto furtada, fugiu de abordagem e atirou quatro vezes contra a equipe policial.

Conforme o boletim de ocorrência, cliente de shopping center estacionou a moto, modelo Yamaha Fazer, fora do estabelecimento na Rua Cubatão, no Jardim Joquei Clube, por volta das 20h20 e quando retornou, 20 minutos depois, o veículo não estava mais. Ele informou a PM e registrou o caso.

Durante a madrugada, policiais militares visualizaram a moto sendo conduzida por um rapaz na Avenida Costa e Silva e deram voz de parada. Entretanto, o suspeito não obedeceu e fugiu.

Equipe policial seguiu o motociclista pelas Avenidas Costa e Silva, Eduardo Elias Zharan e Joaquim Murtinho, quando ele teria acessado a João Arinos. Ainda de acordo com o registro policial, o ladrão sacou uma arma e atirou contra a viatura da PM e continou a fuga.

Alguns metros a frente, ele teria atirado novamente e então um dos policiais revidou e acertou o suspeito. A perseguição só terminou perto da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras), na Avenida Ministro João Arino. Com o rapaz, foi apreendido um revólver calibre 38 com numeração raspada. 

Ele chegou a ser socorrido até a Santa Casa, mas morreu por volta das 23h40. Nenhum documento de identificação foi encontrado e corpo seria levado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) para ser submetido a um exame papiloscópico.

Caso foi registrado no plantão da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) na Vila Piratininga. O delegado Cleverson Alves dos Santos informou que, ao todo, foram feitos quatro disparos contra os policiais militares.

A moto foi apreendida, levada para a Depac e será devolvida ao proprietário. A arma do PM também foi apreendida para procedimentos do inquérito policial.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também