Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Trabalhadores

Durante protesto, Azambuja diz que sindicato “prega mentira”

Governador diz que acordo assinado prevê benefício para até o fim do mandato

20 AGO 15 - 09h:56ALINY MARY DIAS E KLEBER CLAJUS

Durante a inauguração do prédio do Hemosul, no centro de Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja enfrentou, há pouco, o primeiro protesto diretamente voltado para a gestão dele desde que assumiu o Governo do Estado. Liderados pelo Sindicato dos Servidores e Funcionários Municipais de Campo Grande (Sisem), centenas de agentes de saúde protestaram por pagamento de benefício prometido durante a campanha de Azambuja ao Governo.

Antes mesmo da chegada do governador no Hemosul para a cerimônia de inauguração, cerca de 300 trabalhadores que atuam como agentes de saúde e combate de endemia na prefeitura, mas que protestaram para receber incentivo do Governo do Estado, chegaram no local em vários ônibus.

O governador chegou no local logo depois, mas não foi recebido com protestos, tudo porque os trabalhadores obedeceram pedido dos organizadores do evento e permaneceram em silêncio.

De acordo com o presidente do Sisem, Marcos Tabosa, houve assinatura de compromisso do governador com a categoria para que o benefício, que hoje é de R$ 128, fosse reajustado para meio salário mínimo. Com isso, os R$ 1,1 mil que a categoria ganha hoje chegaria próximo dos R$ 1,5 mil.

“Vamos nos manifestar onde o governador estiver”, disse o presidente do sindicato.

OUTRO LADO

De acordo com o governador Reinaldo Azambuja, a situação é diferente. O termo assinado durante a campanha teria referência sobre o aumento do benefício até o fim do mandato de Azambuja, ou seja, em dezembro de 2018. No entanto, a categoria iniciou os protestos com 8 meses de gestão.

“O Governo do Estado está formatando projeto de lei com isso. Temos um prazo que está escrito em documento assinado, mas tem dirigentes sindicais que pregam a mentira e a inverdade”, disse o governador.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Projeto Vertentes une 300 músicos em shows especiais
ARTE

Projeto Vertentes une 300 músicos em shows especiais

Em início de noite violenta, duas pessoas são assassinadas
DOURADOS

Em início de noite violenta, duas pessoas são assassinadas

Incêndio em terreno baldio localizado na área central assusta moradores
BATAYPORÃ

Incêndio em terreno baldio assusta moradores

Festival do Sobá terá troca de convites do Rally dos Sertões
FEIRA CENTRAL

Festival do Sobá terá troca de convites do Rally dos Sertões

Mais Lidas