Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

ASSEMBLEIA

Aprovados em concurso devem
começar a trabalhar em agosto

Após manifestações, aprovados se reunirão com Mochi na segunda

22 JUN 2017Por Izabela Jornada13h:07

A previsão é de que até 1º de agosto deste ano, alguns aprovados no concurso da Assembleia Legislativa comecem os trabalhos na Casa de Leis. Respondendo a manifestação dos aprovados, que foram hoje (22) ao Legislativo reivindicar celeridade na nomeação, deputados agendaram reunião para próxima segunda- feira (26), às 15 horas.

Aprovados alegam que o certame aconteceu há nove meses e até agora não foram chamados. "Já viemos aqui algumas vezes e nunca conseguimos conversar com o presidente Junior Mochi. Hoje, a chefe de gabinete dele, Kátia Motti, nos atendeu e marcamos reunião. Espero que aconteça", disse o representante da comissão dos concursados, advogado Gabriel Freitas, 28 anos, aprovado em segundo lugar para cargo de assistente jurídico.

O deputado Amarildo Cruz (PT) explicou que a Casa está terminando levantamento sobre a real necessidade da Assembleia e que entende a ansiedade dos aprovados. "Eles podem ficar tranquilos. A Mesa Diretora está empenhada e até julho serão chamados", disse o petista.

Porém, não foi revelado o número de nomeados. "Não sabemos ainda quantos serão chamados, mas em julho começaremos. Existe trâmite que precisa ser respeitado", disse o primeiro-secretário da Casa, Zé Teixeira (DEM). 

O parlamentar do DEM declarou também que 40 funcionários já foram aposentados para conseguir adaptar os concursados. 

REFORMA
Em abril deste ano, parlamentares fizeram reforma administrativa para enxugar o número de servidores e começar a adaptação para a nomeação de aprovados no concurso. 

O primeiro-secretário da Casa não soube informar o número de exonerados. "Vamos fazer levantamento e apresentaremos na segunda. Sei que de 19 setores foram reduzido para sete", afirmou Teixeira. 

Até o dia 1º de agosto alguns nomeados iniciarão os trabalhos no Legislativo. "Vamos analisar a necessidade da Casa para saber quantos iniciarão os trabalhos no segundo semestre deste ano", finalizou Amarildo. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também