Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

igual a Via Park

Prefeitura estuda semáforos em
cruzamento perigoso da Capital

Gury Marques com Interlagos tem média de 7,2 mil veículos/hora

15 AGO 2017Por GLAUCEA VACCARI E TAINÁ JARA19h:01

A Prefeitura de Campo Grande vai iniciar estudos técnicos para obra de readequação no trânsito na rotatória entre as Avenidas Gury Marques com a Interlagos, conhecida como rotatória da Coca-Cola, com implantação de semafóros.

Anúncio foi feito hoje pelo prefeito Marcos Trad (PSD), durante agenda pública.

Levantamento feito pela Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) no ano passado identificou este cruzamento como um dos mais perigosos da Capital.

O pico chega a registrar 120 carros passando no local por minuto, dando uma média de 7,2 mil veículos por hora.

Segundo o prefeito, objetivo é fazer o mesmo tipo de trabalho que foi feito na rotatória das avenidas Mato Grosso e Nely Martins, a Via Parque. Contudo, não há prazo para início dos trabalhos, visto que a princípio só está confirmado o estudo técnico e a prefeitura ainda irá atrás de recursos. Dessa forma, viaduto, previsto desde 2010, não será concretizado.

No trecho da rotatória da Via Park, que será inaugurado amanhã, foram feitas a redução da circunferência da rotatória, aumento da largura das pistas e implantação de "semáforos inteligentes" e sinalização.

Marcos Trad disse que ontem o semáforo foi testado no horário de pico e a fluidez no trânsito melhorou bastante. Ainda segundo o prefeito, é necessária adesão dos motoristas, porque esta é a primeira rotatória com semáforo na cidade e poderá gerar dúvidas aos condutores.

O diretor da Agetran, Sidinei Oshiro, responsável pela área, explicou que o sistema para o fluxo de veículos poderá gerar dúvidas e confusão no início do funcionamento.

“É como se fosse um relógio, a abertura dos semáforos é calculada. Foi feita uma pesquisa de fluxo no local e, assim, os tempos vão abrindo, é tudo coordenado. Qualquer ação no trânsito, no início, a pessoa fica perdida, é natural até se acostumar com a ideia.”

CUSTO DA OBRA

Os serviços na rotatória da Via Park custaram R$ 1.623.015,50, sendo que os recursos foram do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Leia Também