Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

NEGOCIAÇÃO

Médicos decidem encerrar greve e atendimento volta ao normal nos postos

Decisão foi tomada em assembleia, depois de reunião com prefeito

29 JUN 2017Por GLAUCEA VACCARI22h:20

Médicos da rede municipal de saúde decidiram, em assembleia realizada na noite de hoje, encerrar a greve da categoria. Dessa forma, atendimento volta ao normal a partir de amanhã nos postos de saúde de Campo Grande.

Decisão ocorreu depois de reunião realizada entre o Sindicatos dos Médicos de Mato Grosso do Sul (Sinmed) com o prefeito Marcos Trad (PSD), que se comprometeu a dar uma resposta definitiva sobre as reivindicações da categoria na próxima segunda-feira (3).

Médicos, enfermeiros e odontológos entraram em consenso e pediram para que a prefeitura reveja proposta inicial, de incorporação de benefícios ao salário base.

Conforme o prefeito, números serão analisados para verificar o impacto das incorporações, para não ultrapassar o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Resposta sobre o pedido será dada em nova reunião, marcada para Às 17h de segunda.

GREVE

Médicos entraram em greve na segunda-feira (26). Segundo o Sinmed, foi reduzido em 70% o atendimento ambulatorial nos postos de saúde e em 30% no setor de urgência e emergência nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Centros Regionais de Saúde (CRS).

Antes do início do movimento, juiz José Eduardo Meneghelli, da 1ª Vara Fazenda Pública e Registros Públicos de Campo Grande, suspendeu, por meio de liminar, a greve, sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

Categoria não acatou a decisão judicial e manteve a paralisação. Hoje, magistrado elevou a multa para R$ 100 mil por dia de descumprimento da liminar e determinou o bloqueio dos bens do presidente do sindicato, Flávio Freitas Barbosa.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também