Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

brigaram no IPCG

Após briga em banho de sol, lutador e Nando podem ser transferidos de presídio

Agepen informou que isolou presos e abriu procedimento administrativo

19 OUT 2017Por LUANA RODRIGUES e RENAN NUCCI14h:52

A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) informou na tarde de hoje (19) que Rafael Martinelli de Queiroz, de 29 anos, e o líder do grupo de extermínio do Danúbio Azul, Luiz Alves Martins Filho, 50, o Nando, podem ser transferidos do Instituto Penal de Campo Grande (IPCG).

Os dois trocaram chute e socos durante um banho de sol no presídio. No dia 10 deste mês, a Agepen instaurou um procedimento administrativo interno para apurar o caso.

A transferência depende de decisão judicial após conclusão do Procedimento Administrativo Disciplinar (Padic).

Conforme a Agepen, os dois estão cumprindo sanções como o isolamento dos demais internos e horários do banho de sol alternados.

Ambos se encontram na Ala G do Instituto Penal. Rafael Martinelli está em uma cela sozinho e Nando também foi isolado em sua própria cela. 

Envolvidos em dois casos policiais de grande repercussão nos últimos anos em Campo Grande, por razões ainda desconhecidas, ambos trocaram socos e chutes, sendo necessária intervenção de agentes.  Nando faz uso de sonda e Rafael sofre de transtornos psiquiátricos.

Leia Também