Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 13 de dezembro de 2018

CAMPO GRANDE

Alimentação na Cidade do Natal
custará entre R$ 8 e R$ 26

Local abre sábado e terá 18 quioques na Praça de Alimentação

6 DEZ 2018Por GLAUCEA VACCARI16h:32

Praça de alimentação da Cidade do Natal, que abre ao público neste sábado (8), terá produtos vendidos a preços entre R$ 8 e R$ 26. No cardápio, há desde alimentos leves e saudáveis, até lanches e sobremesas.

De acordo com a Prefeitura de Campo Grande, foi firmado um Termo de Cooperação entre o Município e a Associação  Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul (Abrasel-MS), que tem 150 associados e escolheu, entre eles, os 18 que ocuparão os quiosques de alimentação.

De acordo com o menu montado há lanches, salgados, comidas e sobremesas, como hamburguer, sobá, salgados fritos e tapiocae alimentos leves e saudáveis, como o açaí. Os quiosques ficarão no espaço de 207 metros quadrados.

A praça de alimentação terá um pergolado, que protegerá as famílias dos dias chuvosos.

A Cidade do Natal será aberta oficialmente a partir das 19 h de sábado, com o Show da Luna. A programação se estenderá até o dia 6 de janeiro de 2019 com apresentações teatrais, musicais, corais e show da Família Lima.

CITY TOUR

A partir de sábado, também voltará a circular o City Tour, com passeios nos altos da Avenida Afonso Pena, para levar moradores e turistas exclusivamente durante o período de funcionamento da Cidade do Natal, sem paradas nos pontos culturais e históricos localizados na avenida.

O ônibus terá três saídas diárias, sendo às 18h, 19h e 20h. Cada passeio terá cerca de 40 minutos e todos serão orientados por guias de turismo.

O percurso começará na Cidade do Natal e seguirá pela Afonso Pena até nas imediações da Avenida Presidente Ernesto Geisel. 

Menores de 12 anos só poderão passear no City Tour acompanhados dos pais ou responsáveis. Não será permitida entrada de bebidas ou comidas no ônibus.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também