Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Máfia do Táxi

Agetran entrega 33 suspeitos
de fraude ao Ministério Público Federal

Vistoria identificou fraude em declaração previdenciária

14 JUL 17 - 05h:00DA REDAÇÃO

A Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) encaminhou ao Ministério Público Federal (MPF) nomes de 33 taxistas suspeitos de terem apresentado Declaração de Regularidade da Situação do Contribuinte Individual (DRSCI) falsificada.

O diretor-presidente da agência, Janine de Lima Bruno, afirmou que a lista foi elaborada a partir das renovações de alvará realizadas no ano passado.

Todos os anos, permissionários e motoristas de táxi auxiliares precisam apresentar à autarquia a quitação das prestações previdenciárias – que garantem aposentadoria ao final do tempo de serviço –, para que possam continuar atuando como taxistas.

Ocorre que alguns trabalhadores encontraram forma de fraudar essa declaração e apresentavam documentação falsa à agência. “A Agetran não tem competência para verificar se a documentação é falsa e precisa encaminhar para os órgãos competentes”, afirmou.

Em 2015, três taxistas foram cassados por terem apresentado documentação falsa: José Carlos Áquila, que é presidente da Associação dos Taxistas Auxiliares de Campo Grande (Assotáxi), Esequiel Pero de Moura e Francisco Coelho França.

Segundo Janine, os três haviam fraudado documentação, o que foi atestado pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) de Mato Grosso do Sul, segundo o diretor.

*Leia reportagem, de Lucia Morel, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Pesquisa mostra que 97% das mulheres já sofreram assédio em transporte

Nove são presos por suspeita de envolvimento com furto de cocaína em delegacia
INVESTIGAÇÃO EM SIGILO

Nove são presos por envolvimento com furto de cocaína em delegacia

BRASIL

MP que facilita leilões de bens apreendidos de traficantes é publicada

Decreto pode reduzir preço das passagens de avião no Estado
DECOLA MS

Decreto pode reduzir preço das passagens de avião no Estado

Mais Lidas