Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

novo empréstimo

Aberto caminho para Santa Casa
emprestar mais R$ 200 milhões

Hospital poderá ter nova linha de crédito, agora com BNDES

17 AGO 2017Por DA REDAÇÃO06h:30

Aprovação pela Câmara dos Deputados de projeto de lei que cria o Programa de Financiamento Preferencial às Instituições Filantrópicas e sem Fins Lucrativos abre caminho para que a Santa Casa da Capital enfim concretize a contratação de empréstimo de R$ 200 milhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O hospital, que trava batalhas mensais por mais dinheiro com a Prefeitura de Campo Grande e o governo do Estado, contraiu em abril outro empréstimo, de R$ 100,3 milhões. O contrato foi fechado com a Caixa Econômica Federal, os recursos já foram liberados e consumidos.

O crédito de R$ 200 milhões com o BNDES é pleiteado desde junho de 2016 e seria destinado a investimentos de reforma e aquisição de equipamentos, além de oferecer mais capital de giro (o que também ocorreu com o empréstimo com a Caixa).

Na época, os juros anuais previstos eram de 7,5%, mas, agora, o projeto aprovado pelo Congresso Nacional facilita ainda mais as cláusulas: 0,5% para reestruturação patrimonial e Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) para operações de capital de giro – taxa que atualmente é de 7% ao ano.

O projeto apresentado pelo senador José Serra (PSDB-SP) e aprovado anteontem estabelece em 1,2% ao ano a taxa máxima da operação de crédito (juros + encargos financeiros). 

*Leia reportagem, de Natalia Yahn, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também