Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TURISMO

Campo Grande e Bonito são destinos preferidos de turistas, aponta estudo

Bolivianos e paraguaios são principais visitantes do estado
13/09/2019 14:44 - ADRIEL MATTOS


A maioria dos turistas estrangeiros que visitaram Mato Grosso do Sul em 2018 visitaram Campo Grande e Bonito, segundo o estudo “Demanda Turística Internacional”, encomendado pelo Ministério do Turismo, e divulgado nesta sexta-feira (13). Para negócios e eventos, os visitantes preferem a capital e Corumbá.

Os bolivianos são os principais turistas que passam pelo estado, seguidos dos paraguaios, americanos, alemães, espanhóis, portugueses, colombianos, chilenos, argentinos e britânicos. 40,8% visitam o estado por lazer, 9,4% para negócios e eventos e 49,8% por outros motivos.

Esse público procura os destinos turísticos sul-mato-grossenses principalmente para aproveitar a natureza, ecoturismo e aventura (75,9%), cultura (18,4%) e esportes (1,1%). Apesar do estado ter apenas uma praia de água doce, a Praia da Figueira, em Bonito, 4,6% visitam o estado por sol e praia.

Os turistas se hospedam, em sua maioria, na casa de parentes e/ou amigos (45%), hotéis ou pousadas (37,7%), camping ou albergue (7,3%), casa própria (2%), casa alugada (1,8%), resort (0,8%) e outros (5,4%). 36,4% preferem viajar sozinhos, 32,1% em família, 17,6% em casal, 11,8% com amigos e 2,1% responderam que vêm com outras pessoas.

Ao escolher Mato Grosso do Sul como destino, 44,5% escolheram visitar o estado por indicação de amigos e/ou parentes, 44,3% pesquisando na internet, 4,7% vêm em viagem corporativa, 2,8% por meio de pacotes de agências de viagens, 1,4% através de guias turísticos impressos, 1,3% após visitar feiras turísticas e congressos, 0,4% após lerem folders e 0,6% por outros meios. E a grande maioria disseram que pretendem voltar (94,9%), enquanto 5,1% responderam que não desejam retornar.

BRASIL

O estado teve ainda uma avaliação positiva de 97,2% de sua culinária. A pesquisa, realizada ao longo de 2018 com 39 mil turistas de outras nacionalidades, revelou ainda que o Brasil registrou 6.621.376 chegadas internacionais, um crescimento de 0,5% em relação a 2017 (6.588.770).

O número de visitantes provenientes das quatro nações então beneficiadas com a adoção do visto eletrônico - Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão - cresceu 15,73%. Os canadenses foram os que mais aproveitaram a vantagem, com um salto de 45,3%, seguidos dos australianos (24,7%), norte-americanos (13,3%) e japoneses (5,5%). Desde junho, cidadãos desses países estão isentos da exigência do documento.

Felpuda


Ao que tudo indica, partido teria criado “racha” apenas visando jogar para a plateia, e, assim, quem estava com a corda toda anunciou que se prepara para o desembarque. Nos bastidores o que se ouve é que o tal fundo partidário seria o motivo da desavença e que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Só que não. A estratégia é continuar “dono” da atual legenda e “tomar a frente” de partido que está em fase embrionária. Tudo inspirado na “velha política”.