Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

COMÉRCIO FRONTEIRA

Black Friday de Ponta Porã obtém crescimento de 20% nas compras

Pesquisa foi realizada pelo Instituto de Pesquisa da Fecomércio

16 SET 2018Por ALINE OLIVEIRA12h:14

A ação comercial Black Friday realizada entre os dias 6 e 9 de setembro nas cidades de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero (PY) tiveram 120 mil turistas e um crescimento de 20% no comércio, se comparado com o ano anterior (2017). O valor em dólar (US$ 61 milhões) superou as expectativas dos realizadores, que era de US$ 50 milhões.

A maioria dos turistas que participaram da Black Friday Fronteira este ano possui de 31 a 40 anos (24,50%), predominando o público feminino (52,21%). Em relação à cidade de origem, continuam se destacando a capital Campo Grande, Dourados e Ponta Porã e, entre os estados, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Goiás e Paraná. Enquanto no ano passado os turistas possuíam 12 origens diferentes, em 2018 foram 29.

"A Black Friday Fronteira, que está em sua sétima edição, é um evento consolidado e já se tornou um dos mais esperados por consumidores e empresários da região. A tendência a cada ano é de busca pela melhoria e de atração de turistas também na categoria de lazer e cultura", explica o presidente do IPF-MS, Edison Araújo.

GASTO MÉDIO

O levantamento aponta ainda que o valor médio gasto por cada turista passou de R$ 1.756,94 em 2017 para R$ 2.236,14 em 2018, um aumento de 43,05%. Nas preferências de compras, eletrônicos (18,63%), perfumes (13,70%) e artigos do vestuário (10,84%).

"É importante ressaltar que as expectativas de preços foram atendidas para um pouco mais de 50% dos turistas. Este ano o evento também foi melhor avaliado em praticamente todos os quesitos e alcançou pelas notas empregadas da maioria, o conceito de muito bom", explica a economista do IPF-MS, Daniela Dias.

A margem de erro é de aproximadamente 3,6% e o nível de confiança, de 95%. A pesquisa tem o apoio do Sindicato Varejista de Ponta Porã, Associação Comercial de Ponta Porã, e Câmara de Indústria, Comércio e Turismo (Pedro Juan Caballero, PY).

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também