Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 15 de dezembro de 2018

EM DOURADOS

Bandidos invadem escola infantil, furtam e destroem festa julina das crianças

Desoladas, crianças terão que ir para as férias sem comemoração

13 JUL 2018Por RAFAEL RIBEIRO17h:24

A expectativa era dos cerca de 150 alunos do Centro de Educação Infantil Municipal Mario Kumaguai, em Dourados, para a festa julina da instituição que seria realizada neste final de semana. Mas a empolgação se tornou frustração quando vândalos invadiram o local na madrugada desta sexta-feira (13), furtaram bens de valor e destruíram não só a estrutura física do prédio, como toda a decoração do festejo e as comidas preparadas às crianças e pais.

De acordo com o portal "Dourados News", o caso revoltou a comunidade do Jardim Novo Horizonte, onde está a escola, e deixou as crianças chorando. 

"A gente se programou para proporcionar uma festinha. Faz 15 dias que estamos arrecadando produtos, funcionários tirando do próprio bolso para os doces, decorações, as crianças nos viam preparando o painel, estavam animadas também. Hoje quando dispensamos, muitas voltaram para casa em prantos", disse a diretora da instituição, Cleusa Centurião Zaratini, ao portal.

A dor é grande. A festa julina da escola já é uma tradição. Marca a despedida das aulas, a chegada das férias. E, por conta de bandidos, teve de ser cancelada. Cleusa lamenta. Promete que um novo festejo substituto será realizado em agosto, quando as crianças voltarão às atividades. Mas é evidente que o gosto é amargo. E o trabalho de coletar doações será reiniciado.

Lágrimas infantis, cujo valor é irrisório perto dos R$ 7 mil estimados para a reconstrução do que foi destruído pelo bando. Segundo o registro da ocorrência na Polícia Civil, a invasão aconteceu pelo teto e móveis ficaram danificados. Depois de entrarem, levaram balança, aparelho de som, luzes de led (essas alugadas especialmente para o evento) e, o mais doído, pratos preparados especialmente para a ocasião.



"O que eles não conseguiram levar deixaram destruídos. Entraram na cozinha e acabaram com os docinhos que fizemos para as crianças, além da decoração do painel também", completou a diretoria.

Juntando os cacos da desilusão e frustração infantil, agora vem a parte da investigação. Segundo testemunhas, um grupo de jovens rodeou por toda a semana a escola, como se planejando o crime.

Segundo a própria diretora, aproveitaram o dia em que a instituição estava sem a presença de algum guarda civil municipal. Ele está ausente por licença médica e não foi substituído. Nenhum suspeito fora identificado até a publicação desta matéria. A torcida é que pelo menos a prisão dos vândalos dê a preciosa lição aos pequenos que o crime não compensa.


 

 
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também