Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

Assaltos

Baleado é preso e pode estar ligado a explosões em Chapadão do Sul

Rota de caminhonetes associa os assaltos em MS e Minas Gerais

9 NOV 2018Por RENAN NUCCI08h:47

Homem que ainda não teve a identidade divulgada pode estar ligado às explosões dos bancos do Brasil e Caixa Econômica na madrugada de quarta-feira, em Chapadão do Sul, e pode ter informações sobre os comparsas. Ele foi baleado e acabou preso ao buscar socorro em um hospital na cidade de Planura, no interior de Minas Gerais. A suspeita é de que ele tenha participado do roubo ao Banco do Brasil em Frutal, no Triângulo Mineiro, onde houve confronto com a Polícia Militar. Por enquanto, a rota de caminhonetes associa os assaltos em Mato Grosso do Sul e no território mineiro.

Segundo o jornal Estado de Minas, o baleado chegou ao hospital de carona e não conseguiu justificar como se feriu. “Ele nos disse que era de Ribeirão Preto e estava na região para comprar porcos. Quem compra porco de madrugada? Além disso, ele já teve passagens pela polícia por assalto a banco e não portava nenhum documento”, disse o comandante da 5ª Região da Polícia Militar, Coronel Lupércio Perez ao jornal mineiro. Os bandidos não tiveram êxito na ação em Frutal. Dois deles morreram na troca de tiros. Além do homem ferido, um outro foi preso pela PM de Uberaba.

Ao todo, 15 criminosos com sete veículos teriam invadido o banco e lojas. Claudineia Aparecida, de 42 anos, teve o veículo roubado pela quadrilha durante fuga. A mulher foi baleada no tórax na frente de familiares, chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Informações apontam que uma caminhonete S-10 saiu de Uberlândia (MG) para Chapadão do Sul na noite do primeiro ataque. Com intervalo de seis minutos, um veículo Fiat Toro foi visto fazendo a mesma rota. O Toro foi identificado nas imagens registradas por câmeras em Chapadão do Sul e acabou abandonado após confronto em Minas.
 
Informações do site Jovem Sul News apontam a mesma S-10 vista indo para Chapadão do Sul estava na região de Frutal. Tais indícios, levando em consideração também os modos de ação na modalidade novo cangaço, invasão de lojas e o número de veículos  e criminosos semelhantes, reforçam a suspeita de que sejam o mesmo grupo. Na madrugada de quarta-feira, os bandidos explodiram dois cofres do Banco do Brasil e quatro caixas eletrônicos da Caixa Econômica no Centro de Chapadão do Sul. Eles invadiram duas lojas e dispararam com fuzis. 
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também