LONGO CONGESTIONAMENTO

Após cinco horas de bloqueio, manifestantes liberam BR-163

Grupo protestou contra corte de ligação clandestina de energia
11/07/2019 19:14 - GLAUCEA VACCARI


 

Depois de aproximadamente cinco horas de bloqueio, manifestantes liberaram totalmente a BR-163 para o tráfego, no anel viário de Campo Grande. Grupo de pessoas bloqueou o trecho no início da tarde em protesto contra o corte de diversas ligações clandestinas de energia, conhecida como gato, realizado em área invadida do Jardim Centro-Oeste.

Por volta das 13h30, moradores da favela do Homex iniciaram protesto, interditando ambos os sentidos da rodovia e um longo congestionamento se formou no local. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), equipes passaram a tarde no local, assim como Polícia Militar, negociando a liberação das vias. Moradores pediam a presença de representantes da Energisa ou do Poder Público no local.

No fim da tarde, equipe da Defensoria Pública foi até o ponto de bloqueio e, após conversa, foi liberada a passagem de veículos em intervalos de dez minutos. Às 18h20, moradores retiraram os galhos, pneus e barricadas da pista, liberando totalmente o tráfego.

Segundo a PRF, o congestionamento chegou a 8 km e, por ser um local de muito fluxo, principalmente no horário de final de tarde, após quase uma hora de desbloqueio ainda há longa fila de veículos.

OPERAÇÃO

Cortes de energia foram feitos em operação da concessionária de energia elétrica da Capital, a Energisa, com apoio da PM, na Favela do Homex. A empresa estima que no local existam mais de 80 pontos de ligações ilegais, que oferecem riscos de seguranças para os moradores da região, motivo para os cortes.

Segundo a estimativa da própria Energisa, cerca de 1,2 mil famílias do local foram afetadas pelos cortes.

Famílias do terreno ocupado se mostraram surpreendidos com a ação e pediram adiamento do corte de energia, o que não foi concedido, motivando o protesto com bloqueio da rodovia. O grupo foi questionado pelo Correio do Estado,  mas preferiu não comentar. 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".