Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SE IRRITOU

Após demora em atendimento, jovem ofende funcionários e danifica carros

Suspeito fugiu após os crimes e só foi localizado pela Polícia Militar
19/08/2019 18:13 - ADRIEL MATTOS


Um jovem de 24 anos foi preso na noite de domingo (18) após desacatar funcionários e danificar veículos no Hospital Municipal de Naviraí, cidade ao sul de Mato Grosso do Sul. Aparentemente embriagado, ele chegou à unidade com um corte em um dos dedos da mão esquerda.

Ao ser orientado que deveria fazer a ficha de atendimento e esperar para ser chamado, o suspeito se irritou e passou a gritar e ofender os servidores do hospital. Ele ainda se dirigiu ao estacionamento exclusivo aos funcionários e começou a danificar os veículos. Em um Toyota Corolla, subiu no capô e quebrou o para-brisa, e em outro veículo do mesmo modelo, pulou sobre o teto e capô, amassando a lataria.

Em seguida, ele fugiu. No local, enquanto os policiais militares colhiam os testemunhos das vítimas, receberam a informação de que o suspeito estaria conduzindo um Hyundai Tucson em uma avenida da cidade. A equipe perseguiu e conseguiu abordar o jovem. Ao ser questionado, ele confessou que causou os danos após se irritar por não receber atendimento médico imediatamente. O jovem passou pelo teste do etilômetro, qua constatou 0,56 miligrama de álcool por litro de ar alveolar.

O suspeito foi encaminhado pelos militares de volta ao hospital, para tratamento do ferimento da mão e no pé, por causar os danos aos carros. O Tucson não tinha restrições criminais ou administrativas, e foi devolvido a um condutor habilitado.

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!