Quarta, 13 de Dezembro de 2017

SECRETARIA SAÚDE

Alegando motivos pessoais,
Nelson Tavares anuncia saída

Secretário de Saúde comandou a pasta durante três anos da atual gestão

6 DEZ 2017Por ALINE OLIVEIRA16h:44

O secretário de estado de Saúde (SES), Nelson Tavares, alegou que tomou a decisão de sair do cargo há dois meses, mas, aguardou o governador Reinaldo Azambuja decidir o melhor nome para sucessão. A afirmação aconteceu no gabinete da secretaria, na tarde desta quarta-feira (6).

"Eu decidi pedir exoneração por questões exclusivamente particulares, para cuidar da minha vida pessoal. Tanto que retomo meu trabalho no Hospital Universitário e não participei do processo de escolha do sucessor. No mais, continuarei a ajudar como puder o atual governo", destacou o secretário.

A exoneração do representante deve ser publicada no Diário Oficial Estadual desta quinta-feira (7), que reforça a continuidade dos principais programas desenvolvidos pelo governo. "Foi motivo de satisfação coordenar a pasta por três anos e um dos destaques foi a Caravana da Saúde, que realizou 850 mil procedimentos, 60 mil cirurgias, 100 mil exames para mais de 250 mil pessoas atendidas", detalha Tavares.

Questionado sobre a ação civil instaurada pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, afirmando que não teria utilizado integralmente recursos enviados pelo governo federal em 2015 e 2016 para campanhas de combate contra endemias, o titular da SES foi categórico:

"Deixo o cargo tranquilamente, pois entendo, que houve um equivoco e será devidamente esclarecido. Tanto que se houvesse algo que me preocupasse, permaneceria na secretaria até esclarecer totalmente a questão", finaliza.

 

Leia Também