terça, 14 de agosto de 2018

obras

Agesul suspende projetos para construção de pontes em 10 municípios

Licitação de tomada de preços previa elaboração de propostas

14 JUL 2017Por RODOLFO CÉSAR18h:44

A elaboração de projetos para construção de 10 pontes em concreto armado em rodovias estaduais, municipais e em áreas afetadas por enchentes ou inundações foi anulada ontem pela Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul).

O edital que previa a tomada de preços para obras atenderiam os municípios de Aquidauana, Bela Vista, Dois Irmãos do Buriti, Jardim, Laguna Carapã, Maracajú, Naviraí, Paraíso das Águas, Paranaíba e Ponta Porã tinha sido aberto em 24 de maio deste ano.

A Agesul divulgou no Diário Oficial de hoje o aviso de anulação da tomada de preço. A reportagem tentou contato com o secretário de Estado de Infraestrutura, Ednei Marcelo Miglioli, e com a assessoria da agência, mas não houve retorno até a publicação desta matéria.

Conforme a publicação, a suspensão aconteceu por irregularidades no processo, mas não foi especificado os termos desse caso.

O prefeito de Naviraí, José Izauri de Macedo (DEM), informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que estava em Campo Grande na semana passada e conversou com o governo do Estado sobre a necessidade de pontes no Rio Cumandaí, na saída do Porto Caiuá, e no contorno Sul da cidade, que ajudaria a tirar caminhões do trânsito urbano.

Em Jardim, a ponte sobre o Rio Guardinha, a 17 quilômetros do centro da cidade, foi destruída depois de forte chuva que caiu em fevereiro deste ano. A passagem dá acesso à BR-060 e é caminho para quem viaja sentido Bela Vista. O desvio feito por conta do estrago é de cerca de 100 quilômetros

A reportagem não conseguiu contato com representantes dos outros municípios para identificar as pontes que precisam de obras.

 

Leia Também