Domingo, 17 de Dezembro de 2017

COXIM

Adolescente inventou estupro para
encobrir caso com homem casado

Dois garotos, de 16 e 17 anos, chegaram a ser apreendidos pelo crime

22 NOV 2017Por MARIANE CHIANEZI15h:53

Uma adolescente de 13 anos que alegou ter sido amarrada e estuprada por dois jovens, de 16 e 17 anos, em matagal, confessou à delegada da Delegacia de Atendimento à Mulher (Dam) que mentiu sobre o ocorrido para justificar sumiço de casa e esconder caso com homem casado. O fato aconteceu ontem (21), em Coxim, e os garotos chegaram a ser apreendidos.

De acordo com o site local, Edição MS, um familiar de um dos jovens acusados pela adolescente, revelou que ela mantém um caso com um homem casado. Posteriormernte ela confessou que inventou o crime.

A garota estava em casa aos cuidados do tio enquanto a mãe estava estudando. O tio da adolescente saiu por alguns instantes e ela teria aproveitado o fato de ter ficado sozinha para fugir. Horas depois ela voltou para casa com um lençol amarrado nos braços, contando que havia sido violentada.

Durante depoimento na delegacia, à delegada Sandra Regina Simão de Brito, a adolescente entrou em contradição e depois confessou a invenção. Os garotos, de 16 e 17 anos, foram libertados em seguida.

No momento em que eles foram apreendidos ontem (21), o tio da adolescente chegou a tentar esfaquear um deles, que acabou com um corte na barriga. O homem foi detido e levado para a delegacia.

O suspeito de manter caso com a adolescente ainda não foi identificado e poderá responder pelo crime de estupro de vulnerável.

Leia Também