Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

TRAGÉDIA

Acidente aéreo no Pantanal mata
piloto e fere empresário de MS

Piloto foi socorrido, mas morreu antes de chegar ao hospital

20 JUL 2017Por MARIANE CHIANEZI16h:21

Márcio Mola Martins, de 33 anos, piloto de avião e morador de Ponta Porã, morreu depois de acidente aéreo no Pantanal Mato-Grossense. O empresário Diógenes Toesca de Aquino, de 57 anos, ficou gravemente ferido. Ambos foram socorridos, mas Márcio não resistiu aos ferimentos.

Conforme informações divulgadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da Força Aérea Brasileira (FAB), aeronave onde vítimas estavam havia saído da Fazenda Santa Edwiges, em Rondonópolis (MT), e tinha como destino a Fazenda Santa Maria, em Barão Melgaço.

Segundo o site MS Em Foco, depois da queda, Márcio e Diógenes foram socorridos e levados de avião até o Aeroporto Municipal Regional de Rondonópolis. O piloto morreu antes de dar entrada na unidade hospitalar.

O passageiro, Diógenes, passou por cirurgia e foi identificado como sócio da empresa Ciarama de Ponta Porã e seria proprietário do avião Cirrus SR20 prefixo PR PRF. Ele sofreu politraumatismo e respira com ajuda de aparelhos.

Testemunhas disseram que a queda do monomotor aconteceu na hora da decolagem e as vítimas foram socorridas inicialmente por funcionários da fazenda, onde, em seguida, foram encaminhados para Rondonópolis, onde uma viatura avançada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) aguardava as vítimas.

Técnicos do Cenipa devem chegar nesta sexta-feira ao local do acidente para investigar as causas da queda da aeronave.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também