Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SAÚDE BÁSICA

"A gente vacinou mais gado do <BR>que gente", diz Mandetta

Ministro participou da inauguração da Casa da Saúde
18/10/2019 18:32 - FÁBIO ORUÊ


 

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), fez um alerta sobre a circulação do Sarampo e a atenção à saúde básica da população. Na inauguração da Casa de Saúde Carlos Alberto Jurgielewicz, em Campo Grande, na tarde de hoje (18), o ministro comparou a situação à vacina de aftosa. 

"É uma dicotomia porque no tempo que nós estamos nos tornando área livre de aftosa, nós estamos voltando doenças como sarampo. Quer dizer, a gente vacinou mais gado do que gente", disse ele. 

Mandetta também fez um alerta de atenção à saúde básica, para evitar o surto de outras doenças. "É preciso sim, todas as unidades; toda a cidade; todas as pessoas têm responsabilidade de olhar e rever a política de atenção primária", enfatizou o ministro. 

"Houve um abandono por parte de todo o brasil das políticas de atenção básica [...] Nós temos toda a questão da queda do índice de vacinação, que ele por si só fala do descaso com a atenção primária. Não tem nenhum ato de prevenção mais simbólico do que vacinar", finalizou. 

 CASA DA SAÚDE

Inaugurada nesta sexta-feira, a Casa da Saúde (Coordenadoria Estadual de Assistência Farmacêutica Especializada), foi fundada em 1999 para a entrega de medicamentos à população, agora funcionará em nova sede, no prédio da antiga Escola Riachuelo. O nome que o local recebe é uma homenagem ao médico cirurgião Carlos Alberto Jurgielewicz.

Na ocasião, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) relembrou a importância que o médico tem para ele. "Em 13 de maio de 1963 eu nasci pelas mãos dele", revelou. 

A Casa de Saúde de Campo Grande tem 60 mil pacientes cadastrados de todo o Estado, sendo 35 mil cadastros ativos. Entre janeiro e setembro de 2019 foram realizados 180 mil atendimentos, com o entrega de 7,5 milhões de medicamentos. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, e fica na Rua Onze de Outubro, 220, no Bairro Cabreúva.

Neste ano, o Ministério da Saúde já encaminhou ao Estado 518 milhões de remédios, adquiridos de forma centralizada e que integram o componente especializado da assistência farmacêutica, possuindo custos mais elevados. 

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!