Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Ásia

Tufão deixa sete mortos nas Filipinas e segue rumo ao Japão

22 AGO 15 - 10h:16Folhapress

Ao menos sete pessoas morreram e várias centenas foram desalojadas no norte das Filipinas por causa do tufão Goni, que trouxe fortes ventos e intensas chuvas ao país.

As Províncias de Benguet, Mountain e Ilocos Norte, todas elas situadas na região montanhosa da ilha de Luzon, foram as mais afetadas pelo tufão, segundo o mais recente relatório do Conselho Nacional para a Redução de Desastres.

O organismo indicou que seis pessoas morreram soterradas por deslizamentos provocados pela chuva, enquanto a sétima vítima morreu atingida por uma árvore.

A tempestade também deixou cinco feridos e outros dois desaparecidos.

Mais de 5.400 pessoas foram retiradas de suas casas e levadas a abrigos temporários depois que o tufão, com ventos de 160 km/h, causou danos em 156 casas e bloqueou 20 estradas.

O tufão Goni estava 165 km ao nordeste da província de Cagayan neste sábado, com ventos de até 195 km/h, segundo a agência meteorológica nacional.

O tufão segue para à província de Okinawa, no sul do Japão, onde deve chegar neste domingo (23).

O organismo japonês recomendou aos residentes das ilhas que estejam alertas perante fortes ventos e ondas de grande altura, já que prevê que Goni deixe o mar agitado e fortes chuvas na região desde a noite do sábado e até o domingo.

O Goni é o nono tufão da temporada nas Filipinas, que a cada ano sofre com o impacto de quase 20 tempestades tropicais.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Brasil e Paraguai terão livre comércio de automóveis
MERCOSUL

Brasil e Paraguai terão livre comércio de automóveis

Mega-Sena pode ter prêmio de R$ 3 milhões
LOTERIA

Mega-Sena pode ter prêmio de R$ 3 milhões

CÂMARA DOS DEPUTADOS

Maia prevê votação de PEC sobre prisão em 2ª instância em março

PRESIDENTE DA CCJ

Por 2ª instância, Simone Tebet propõe votar pacote anticrime da Câmara este ano

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião