Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

BRUTALIDADE

Três mulheres e uma criança são degoladas em Porto Alegre

Menino de seis anos foi encontrado entre as vítimas da mesma família

8 AGO 15 - 13h:39G1

Um crime brutal chocou os moradores do bairro Restinga, na Zona Sul de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na manhã deste sábado (8). Três mulheres e uma criança foram encontradas mortas com sinais de degola e perfurações de faca dentro de uma casa na Alameda G.

As vítimas foram identificadas como Sandra Regina Farias Fin, de 62 anos, Lauren Roseane Farias Fin, de 27 anos, Vitória Regina Fin Rodrigues, de 17 anos, e Gregory Fin da Silva, de seis anos, filho de Lauren. Todos eram da mesma família e moravam na casa há poucas semanas.

De acordo com informações da investigação, no interior da casa havia sinais de luta corporal e um princípio de incêndio na cozinha. A hipótese é de que o criminoso tenha tentado atear fogo na casa para ocultar as evidências da chacina.

Crime pode ter motivação passional

Um familiar, pai de uma das vítimas, contou à reportagem que o crime pode ter causas passionais. O ex-companheiro de uma das mulheres assassinadas não teria aceitado o fim do relacionamento.

A polícia afirma que não trabalha com hipóteses de suspeitos e iniciará as investigações para aprofundar as causas e a autoria do crime, que foi encaminhado à 4ª Delegacia de Homicídios.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MUNDO

Brexit pode trazer oportunidades para o Brasil, dizem autoridades

STJ libera divulgação <br>dos resultados do Sisu
6,1 MIL VAGAS EM MS

STJ libera divulgação
dos resultados do Sisu

AMEAÇA MUNDIAL

EUA dizem que coronavírus é ameaça séria, mas que não houve novos casos no país

Autoridades informaram que não houve "por ora" novos casos
Ministro da Saúde confirma caso suspeito de coronavírus em Minas
ALERTA

Suspeita de coronavírus em Minas é confirmada, ministro diz que risco é "iminente"

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião