POLÍTICA

Temer volta a São Paulo após prisão de Rocha Loures

Temer volta a São Paulo após prisão de Rocha Loures
03/06/2017 13:34 - G1


O presidente Michel Temer decidiu retornar a São Paulo neste sábado (3) após a prisão, pela manhã, de seu ex-assessor Rodrigo Rocha Loures. Ele deixou Brasília no meio da manhã e o desembarque no aeroporto de Congonhas estava previsto para antes das 12h.

A agenda oficial do presidente não previa compromissos oficiais. Ele saiu de São Paulo rumo a Brasília na madrugada após um encontro com o governador Geraldo Alckmin.

Segundo informou o Blog da Andréia Sadi, Temer resolveu voltar a São Paulo para discutir a crise política com seus principais conselheiros e familiares, entre eles Antonio Claudio Mariz, advogado e amigo.

Apesar de o advogado de Rocha Loures descartar uma delação premiada, o Palácio do Planalto já trabalha com o cenário de acordo rápido após a prisão, informou o Blog do Camarotti. A avaliação é de que Loures não tem perfil de resistir por muito tempo dentro da cadeia.

Rocha Loures foi flagrado em março recebendo uma mala com R$ 500 mil em São Paulo. Segundo delações de executivos da JBS no âmbito da Operação Lava Jato, seria dinheiro de propina.

Junto com Temer, o ex-deputado é suspeito de organização criminosa, corrupção passiva e obstrução de Justiça. A Procuradoria Geral da República (PGR) diz que Rocha Loures é "homem de total confiança" e "verdadeiro longa manus" do presidente no relacionamento com empresas e recebimento de propinas.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".