Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Saúde

SUS inclui teste rápido para dengue e chikungunya

Exame comprova infecção em 20 minutos e é importante para tratamento precoce

13 AGO 17 - 04h:00G1

Sistema Único de Saúde incluiu em sua lista de procedimentos os aguardados testes rápidos para a detecção de dengue e chikungunya. Com o teste, não será necessário utilizar a estrutura laboratorial -- o que diminui os custos com a detecção.

Ainda, a comprovação da infecção sai entre 20 e 30 minutos.

A inclusão foi oficializada no Diário Oficial na quinta-feira (10). Para fazer o teste no SUS, é necessário apresentar sintomas relacionados às condições e ter o cartão do Sistema Único de Saúde, feito em qualquer unidade de saúde com a carteira de identidade.

Desde 2016, a Agência Nacional de Saúde, a ANS, determinou que os planos estão obrigados a cobrir os exames, embora alguns pacientes tenham relatado problemas com a cobertura.

Os testes rápidos são importantes tanto para a detecção e tratamento precoce, quanto para a vigilância epidemilógica e os dados do governo, já que, com ele, será possível ter maior acuidade sobre a circulação dos vírus no País.

De acordo com o Ministério da Saúde, o investimento foi de R$ 76 milhões. Ao todo, foram adquiridos 2 milhões de testes rápidos de dengue e 1 milhão de testes de chikungunya. Os gestores locais deverão solicitar os produtos à pasta, que repassa de acordo com o número de casos notificados.

Por solicitação das regiões, o governo federal distribuiu15.300 testes rápidos de dengue e 32.480 para chikungunya nos estados do Ceará, Amazonas, Roraima, Piauí, Bahia, Minas Gerais e Goiás. Ainda estão disponíveis para distribuição 1,9 milhão unidades para a dengue e 967,5 mil para chikungunya.

Vale destacar que as Secretarias Estaduais de Saúde (SES) são as responsáveis pelo recebimento dos testes, armazenamento e distribuição para os municípios.

O SUS já oferece testes rápidos para outras condições, como HIV e hepatite, que também podem ser detectadas em minutos.


 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

AGUARDARÁ PEC

Alcolumbre diz que plenário não vai votar projeto da 2ª instância aprovado na CCJ

STJ manda soltar Pezão, ex-governador do Rio preso há um ano
USARÁ TORNOZELEIRA

STJ manda soltar Pezão, ex-governador do Rio preso há um ano

BRASÍLIA

'Paciência', diz Bolsonaro sobre Brasil poder perder voto na ONU por dívida

Com presença de Mourão, Alberto Fernández assume presidência da Argentina
MUNDO

Com presença de Mourão, Alberto Fernández assume presidência da Argentina

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião