Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

PDV

Servidores públicos do executivo poderão ter Plano de Demissão Voluntária

As regras ainda não estão fechadas

24 JUL 17 - 19h:30G1

O governo federal deve editar nos próximos dias uma medida provisória para criar um programa de demissão voluntária (PDV) para os servidores públicos do Poder Executivo, informou o Ministério do Planejamento nesta segunda-feira (24).

As regras ainda não estão fechadas, mas a proposta inicial é de que os servidores que aderirem tenham direito a um salário e meio para cada ano trabalhado.

O objetivo do governo é diminuir os gastos com a folha de pagamentos, num momento de fragilidade nas contas públicas. Os gastos da União com o pagamento de servidores aumentaram nos últimos três anos em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).

Em 2014, por exemplo, o governo gastou R$ 222,37 bilhões (3,8% do PIB) com pagamento do funcionalismo. O valor passou para R$ 238,49 bilhões em 2015 (o equivalente a 4% do PIB) e para R$ 257,87 bilhões em 2016, o equivalente a 4,1% do Produto Interno Bruto (PIB).

Segundo o Ministério do Planejamento, o aumento proporcional decorre, principalmente, da recessão na economia, que gerou queda do PIB nos últimos anos e aumentou o peso dos gastos com pessoal.

Desde o início da crise, o governo vem reduzindo a autorização de concursos. Entretanto, as restrições orçamentárias não impediram o presidente Michel Temer de sancionar a lei que reajusta o salário de oito categorias do serviço público.

Ao todo, 68.149 pessoas serão beneficiadas pelo aumento, entre servidores da ativa, aposentados e pensionistas. O texto original previa um impacto em 2017 de R$ 3,7 bilhões e de R$ 10,91 bilhões até 2019.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Ministro da Saúde diz que Brasil está em "perigo iminente"
ALERTA

Ministro da Saúde diz que Brasil está em "perigo iminente"

Bolsonaro diz que governo vai apurar falhas no Enem e que não descarta sabotagem
INVESTIGAÇÃO

Bolsonaro diz que governo vai apurar falhas no Enem e que não descarta sabotagem

Secretário executivo da Casa Civil é destituído por usar avião da FAB
MINISTRO INTERINO

Secretário executivo da Casa Civil é destituído por usar avião da FAB

Renovação de visto para os Estados Unidos será simplificada
SEM ENTREVISTA

Renovação de visto para os Estados Unidos será simplificada

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião