Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Atrasado

Sem salários, servidores iniciam Campanha para arrecadar alimentos no Rio

Funcionalismo carioca recebeu hoje a última parcela do salário de abril

12 JUL 17 - 17h:32Agência Brasil

O Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais (Muspe), do Rio de Janeiro, iniciou a campanha "Servidor sem salário, tem fome!"  pra arrecadar alimentos aos servidores públicos que estão com os salários atrasados.

O intuito é de ajudar os funcionários ativos, inativos e aposentados que estão recebendo hoje (12) a última parcela  do salário  de abril e que não têm prazo para receber o salário de maio e junho.

Para Tais de Andrade que trabalha na Defensoria do Muspe, a situação é assustadora. “Tem pessoas que não receberam nem o décimo terceiro inteiro. Isso fora os que não receberam nada de maio e nem de junho. Tem pessoas em dívida só para ter o que comer em casa”, disse.
 
O presidente da Associação dos Servidores do Centro de Ciências e Educação Superior à Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cecierj), órgão vinculado à Secretaria de Ciência e Tecnologia, Vittorio Lo Bianco, apoia a campanha do Muspe e espera um resultado positivo da ação.
 
“Essa campanha é muito positiva para os servidores das categorias que estão sem receber. Já são quatro salários atrasados, estamos sem vale-transporte e sem vale-refeição. Muitos servidores estão endividados, doentes e deprimidos. Nem mesmo o secretário [de Ciência e Tecnologia], Pedro Fernandes, aguentou e pediu demissão ontem".

O secretário Pedro Fernandes pediu demissão nesta terça-feira (11), justificando que não concorda com a atitude do estado de pagar algumas categorias enquanto atrasa o salário de outras.
 
Os alimentos não perecíveis (arroz, feijão, macarrão, farinha, fubá, sal, açúcar, leite em pó), além de  itens de higiene pessoal, podem ser entregues de segunda-feira a sexta-feira no Sindicato de Estadual dos Profissionais de Educação; na Coligação dos Policiais Civis; Universidade Estadual do Norte Fluminense, em Campos; e no Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário. A primeira distribuição será neste sábado (15).

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

NOVE MORTOS

Moro responde a Maia sobre Paraisópolis: 'Não podemos confundir as coisas'

STF: candidatura avulsa pode ser votada no 1º semestre, diz Barroso
BRASIL

STF: candidatura avulsa pode ser votada no 1º semestre, diz Barroso

Comissão da PEC da prisão em 2ª instância 'já nasce dividida', diz Fábio Trad
BRASÍLIA

Comissão da PEC da prisão em 2ª instância 'já nasce dividida', diz Fábio Trad

Carnes podem continuar subindo até fim de janeiro ou início de fevereiro, diz FGV
SEU BOLSO

Carnes podem continuar subindo até fim de janeiro ou início de fevereiro, diz FGV

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião