Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

comissão de ética

Secretária de Temer é orientada a não
promover culto durante o expediente

21 AGO 2017Por FOLHAPRESS23h:00

A comissão de ética da Presidência da República enviou recomendação à secretária de Política para Mulheres, Fátima Pelaes, para que ela não realize mais cultos evangélicos em seu gabinete administrativo durante o horário de expediente.

Em março, a ex-deputada federal do PMDB realizou oração na sede do órgão, vinculado ao Ministério da Justiça. Segundo denúncia feita à comissão de ética, servidores da estrutura foram constrangidos a participar da cerimônia religiosa.

Segundo o presidente do órgão presidencial, Mauro Menezes, na recomendação, foi detalhado que não deve haver qualquer tipo de constrangimento aos funcionários públicos ou qualquer tipo de retaliação a quem se recusar a participar do culto religioso.

"E também que o gabinete da secretaria não seja usado para esse tipo de manifestação, que ocorra de preferência fora do horário de expediente", disse. "O exercício do cargo não pode ser utilizado para constrangimento", acrescentou.

Pelaes é evangélica, presidente do núcleo feminino do PMDB e a sua escolha foi criticada por movimentos em defesa do feminismo.

Ao assumir o posto, no ano passado, ela havia afirmado que a religião não iria interferir nas inciativas da secretaria.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também