Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Goiânia

Quatro presos morrem e outros nove fogem após rebelião em presídio

27 JUL 17 - 13h:32BRUNA AQUINO

Quatro detentos morreram e outros nove fugiram durante uma rebelião ocorrida na Unidade Prisional de Jussara (a 226 km de Goiânia).

A rebelião começou por volta das 18h desta quarta-feira (26) e seguiu por duas horas.
De acordo com a Seap (Superintendência Executiva de Administração Penitenciária), o tumulto na unidade começou no instante em que os agentes prisionais serviam o jantar aos presos.

Os detentos renderam os agentes e passaram a brigar entre si. A principal suspeita da Polícia Civil é que a rebelião ocorreu entre grupos rivais que disputam de dentro do presídio o controle do tráfico de drogas na região.

Entre os quatro mortos, dois foram carbonizados e um terceiro acabou sendo decapitado. Outros três presos ficaram feridos.

Os presos que se envolveram na rebelião também queimaram o local onde funcionava a administração da unidade. O carro que era utilizado para a escolta dos detentos também foi destruído. O fogo só foi contido com a chegada de uma equipe do Corpo de Bombeiros.

A Polícia Militar controlou a rebelião e, durante a contagem dos presos, constatou que nove detentos haviam fugido -três deles foram recapturados na manhã desta quinta (27).

A Seap disse, por meio de nota, que as forças de segurança do Estado de Goiás trabalham "para prender os outros seis fugitivos".

O comunicado informou ainda que a unidade foi periciada e que todas as medidas administrativas já foram tomadas para apurar as causas da rebelião.

O presídio de Jussara estava superlotada. Com capacidade para abrigar 50 detentos, no momento da rebelião, o local contava com 77 presos.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CASO RAFAEL MIGUEL

Polícia divulga imagens com possíveis disfarces de homem procurado por matar ator

INVESTIGAÇÃO

Lava Jato diz que desativou contas do Telegram 'após invasão criminosa'

PREVISÃO DO TEMPO

Inverno começa na sexta (21) com névoa e geada em várias regiões

TECNOLOGIA

Cade arquiva 2 processos contra Google e terceiro é suspenso

Processo em aberto prevê multa de R$ 32 milhões

Mais Lidas