Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Crise

Produção automotiva de janeiro a julho tem pior resultado em nove anos

6 AGO 15 - 13h:01FOLHAPRESS

De janeiro até julho, a produção do setor automotivo acumula queda de 18,1% em relação ao mesmo período de 2015, o pior resultado desde 2006.

A queda ocorre apesar de a chegada de novos produtos ao mercado automotivo nacional ter ajudado a elevar a produção no mês de julho.

Férias coletivas que desaceleraram a produção no mês anterior também contribuíram para que o resultado de julho ficasse, com a volta da produção, 17,8% maior. No total, foram produzidos 215.145 veículos.

A conta inclui carros de passeio, comerciais leves, ônibus e caminhões, e foi divulgada nesta quinta-feira (6) pela Anfavea (associação nacional de montadoras).

As vendas totais cresceram 7,1% entre junho e julho, mas a retração no ano chega a 21%.
Até o período em que que foi realizada a Copa do Mundo foi superior em vendas. A comparação entre os últimos dois meses com igual período de 2014 mostra queda de 20,1% nos licenciamentos de carros de passeio e comerciais leves, de acordo com dados da Fenabrave (federação das distribuidoras de veículos).

O segmento de caminhões é o que está em pior situação, com queda acumulada de 43,1% desde o início de 2015. "É como se o ano de venda dos veículos pesados tivesse apenas sete meses", diz Luiz Moan, presidente da Anfavea.

Os estoques de carros chegam a 45 dias de vendas, e o nível de emprego no setor teve nova queda, de 0,9% entre junho e julho.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TRAGÉDIA

Suspeito de incendiar estúdio no Japão reclamava que tinha sido plagiado

VERACIDADE INFORMAÇÕES

Canditados na lista de espera do ProUni devem comprovar informações

BRASIL

MPF pede suspensão de urgência em concurso da Polícia Rodoviária Federal

BRASIL

Revalida terá duas edições por ano

Mais Lidas