CRISE

Primeiro ministro finlandês irá abrigar refugiados em sua casa

Primeiro ministro finlandês irá abrigar refugiados em sua casa
05/09/2015 12:59 - FOLHAPRESS


O primeiro ministro finlandês Juha Sipila disse neste sábado (5) à emissora YLE que irá oferecer abrigo em sua casa de campo para refugiados e imigrantes.

De acordo com Sipila, sua família tem uma casa pouco usada em Kempele, no norte da Finlândia, que poderá receber requerentes de asilo a partir de janeiro de 2016.

Ainda não há detalhes da quantidade de vagas e nem de que maneira serão administradas as acomodações.

Ele também afirmou que o plano da União Européia de distribuir 120 mil refugiados que chegam à Grécia, Itália e Hungria para outros países do grupo deve ser voluntário e espera que a Finlândia possa dar o exemplo.

"Espero que isso se torne uma espécie de movimento popular que faça com que muitos assumam suas responsabilidades nesta crise dos refugiados", disse.

Atualmente, a capacidade de acolhimento dos requerentes de asilo na Finlândia está saturada. Na sexta (4), o governo finlandês duplicou para 30 mil sua estimativa do número de pedidos de asilo em 2015 no país.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".