Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

Tragédia

Premiê da Malásia diz que peça achada na Ilha Reunião é do MH370

5 AGO 2015Por G115h:21

O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razan, confirmou que a peça encontrada na Ilha Reunião pertence ao voo MH370 da Malaysia Airlines, que desapareceu em março de 2014 quando voava de Kuala Lampur, na Malásia, para Pequim, na China. “A equipe internacional de especialistas conclusivamente confirmou que os destroços da aeronave encontrados na Ilha Reunião são, de fato, da MH370”, disse Najib em um anúncio televisivo nas primeiras horas desta quinta-feira (6), pelo horário local malaio.

Em seguida, em coletiva de imprensa, o promotor francês Serge Mackowiak disse que especialistas que examinaram destroços encontrados na Ilha Reunião chegaram a uma “presunção muito forte” de que eles pertencem ao voo MH370, mas o achado ainda precisa ser confirmado.

O pedaço de 2 metros de comprimento encontrado, conhecido como "flaperon", uma parte da asa, foi encontrado no dia 29 de julho em uma praia da ilha. Nas proximidades também foram achados os restos de uma mala egarrafas com inscrições em indonésio e chinês.

No dia 31 de julho, uma autoridade da Malásia confirmou que o destroço pertencia a um Boeing 777, mesmo avião que fazia o voo MH370. A confirmação aumentou a possibilidade de que a peça realmente fosse da aeronave, já que não há relatos de outro Boeing 777 desaparecidos no mundo.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também