Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

terça, 19 de fevereiro de 2019 - 05h47min

IBM

Portugueses ganham concurso mundial com inteligência artificial para detectar incêndios

12 FEV 19 - 19h:33DA REDAÇÃO

Primeiro serviço comercial de detecção de incêndio com base em inteligência artificial, denominado Bee2FireDetection, da empresa portuguesa Compta, venceu a competição mundial Watson Build, dedicada à utilização da Inteligência Artificial da multinacional tecnológica IBM. A decisão foi anunciada depois da final realizada em São Francisco, nos Estados Unidos, em 10 e 11 de fevereiro.

De acordo com o site português Observador, a Compta, através da Compta Emerging Business, foi a única empresa portuguesa a participar e derrotou 236 rivais europeias na primeira fase. A fase final estava dividida por áreas geográficas, com um representante da Asia-Pacífico, China, Japão, América Latina, Médio Oriente-África, América do Norte e Europa, área em que a empresa concorria.

No concurso, cada empresa apresentava uma solução distinta baseada na inteligência artificial, trabalhando questões desde a medicina à organização urbana, passando pela agricultura orgânica.

O Bee2FireDetection, distinguido pela IBM, é um serviço baseado num algoritmo desenvolvido pela Compta, que alia imagens aéreas de alta definição a dados meteorológicos e de espectrometria para prever potenciais fogos, detetar focos de incêndio e sugerir estratégias de combate imediatas. O sistema tira partido da inteligência artificial da IBM para acelerar o processo e pode ser aplicado tanto a incêndios florestais como em zonas industriais ou cidades.

Para o presidente da Compta, Jorge Delgado, a vitória representa a capacidade de trabalho da empresa: “Não vencemos pela capacidade de investimento, que empresas em outros mercados têm em outra escala. Foi pelo conhecimento, pela qualidade e pelo profissionalismo da equipe”, disse.

Em entrevista ao Observador, Delgado disse que vê possíveis aplicações do software no combate aos incêndios em território português, mas destaca que os incêndios são “um problema mundial” e que a empresa tem a “honra” de poder ajudar a combater.

“Questionamo-nos se aquilo que fazemos está ao nível do que se faz lá fora e, através dos critérios rigorosíssimos da IBM, mostramos que podemos destacar-nos internacionalmente. É tecnologia portuguesa, desenvolvida por portugueses e com sucesso internacional”, completou, acrescentando que Portugal tem um ecossistema interessante para o desenvolvimento, porque tem muitos especialistas em várias áreas e funciona como laboratório para que depois se possa lançar os produtos em outros mercados.

COMPTA

A Compta é a empresa portuguesa mais antiga na área da informática — surgiu em 1972 — tendo crescido como agregador de soluções com desenvolvimento externo, particularmente na área da comunicação, e dedicando-se, desde 2012, à produção de serviços próprios.

No portfólio tem sistemas de gestão de recolha de resíduos, o Bee2WAste, de otimização de recursos energéticos, o Bee2Energy, ou de gestão de terminais de contentores, o Cargo eBusiness.

Para passar a desenvolver produtos próprios, a Compta procurou contratar profissionais fora das áreas tecnológicas, para reunir os conhecimentos diversos e conseguir “levar o conhecimento português ao mercado internacional”.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Prefeito é investigado por mandar funcionários assistirem a show de noiva

BRASIL

Casal de empresários doa R$ 40 milhões para hospital que atende SUS

TRAGÉDIA DE BRUMADINHO

MP recomenda à Vale adoção de medidas de proteção de bens de removidos

BRASIL

Fake news são empecilho para aumento da vacinação contra HPV

Mais Lidas