Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

polêmica

Policial algema menino em escola dos Estados Unidos e choca o mundo

5 AGO 15 - 01h:00G1

As imagens de um policial nos Estados Unidos algemando uma criança provocaram revolta no mundo inteiro.

Quem está algemado com os braços para trás, aos prantos, não é um criminoso. O menino tem oito anos, foi diagnosticado com transtorno de déficit de atenção com hiperatividade.

Ele foi algemado pelo policial Kevin Sumner, responsável pela segurança de uma escola do estado americano do Kentucky, que queria que a criança ficasse quieta porque punha os outros alunos em risco, com sua agitação.

O garoto é tão pequeno que as algemas não foram presas nos pulsos, mas nos braços dele. O homem repete muitas vezes: ‘Se você não se comportar, vai sofrer as consequências’.

A criança grita: ‘isso me machuca’. Foram quinze minutos de tortura.

As imagens foram entregues à Justiça por uma ONG que luta pelos direitos civis e estão sendo usadas para processar o policial.

A mãe do menino disse que ele está traumatizado, ansioso, com medo de encontrar o policial novamente e que tem pesadelos durante a noite. Mas essa não foi a única vez que Kevin Sumner tratou uma criança assim. Ele também responde a um processo por ter algemado, duas vezes, uma menina de 9 anos, aluna de uma outra escola e que também tem diagnóstico de hiperatividade e déficit de atenção. E, segundo o policial, precisava aprender a se comportar.

A representante de uma organização que presta assistência jurídica a crianças e adolescentes diz que o comportamento do menino e da menina é compatível com os transtornos que eles apresentam. Rickel Howard conclui: Esse policial devia estar lá para proteger, e não para causar trauma e dor a essas crianças.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Brasil e Paraguai terão livre comércio de automóveis
MERCOSUL

Brasil e Paraguai terão livre comércio de automóveis

Mega-Sena pode ter prêmio de R$ 3 milhões
LOTERIA

Mega-Sena pode ter prêmio de R$ 3 milhões

CÂMARA DOS DEPUTADOS

Maia prevê votação de PEC sobre prisão em 2ª instância em março

PRESIDENTE DA CCJ

Por 2ª instância, Simone Tebet propõe votar pacote anticrime da Câmara este ano

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião