Campo Grande - MS, terça, 14 de agosto de 2018

Spectrum

Polícia Federal prende um dos maiores traficantes da América do Sul

Traficante fez cirurgias plásticas para alterar suas feições

1 JUL 2017Por G112h:22

A Polícia Federal (PF) prendeu neste sábado (1º), Luiz Carlos da Rocha, conhecido como Cabeça Branca, um dos maiores traficantes da América do Sul segundo a corporação. Ele foi preso em Sorriso (MT).

De acordo com a PF, ele era um dos traficantes mais procurados pela Polícia Federal e pela Interpol na América do Sul, considerado um dos “barões das drogas” do Brasil ainda em liberdade, já condenado pela Justiça Federal a penas que somam mais de 50 anos de prisão.

Para se esconder, o traficante fez cirurgias plásticas para alterar suas feições e usava atualmente a identidade de Vitor Luiz de Moraes, ainda de acordo com a PF.

No entanto, ele foi recentemente localizado pela área de combate ao tráfico de drogas da Polícia Federal, que precisou acionar a perícia, que usou dados fotográficos para concluir que Luiz Carlos da Rocha e Vitor Luiz de Moraes são a mesma pessoa.

Além dele, também foi preso Wilson Roncarati, que é considerado pela PF o braço direito de Cabeça Branca.

A operação teve como objetivo desarticular uma organização criminosa especializada em tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro, comandada por Cabeça Branca.

Foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva, por tempo indeterminado, e 24 mandados de busca e apreensão nas cidades de Londrina (PR), São Paulo, Embu das Artes, Araraquara e Cotia (SP) e Sorriso (MT). As ordens judiciais foram expedidas pela 23ª Vara Federal de Curitiba.

O nome da operação, batizada de Spectrum, faz referência a Cabeça Branca que, segundo a PF, vivia discretamente, sendo reconhecido no meio policial pela experiência internacional, transcontinental e com larga rede ilegal de relacionamento, sendo procurado há quase 30 anos.

Leia Também