Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Internet

PF vai investigar mensagens de ódio no Facebook contra presidente Dilma

12 SET 15 - 22h:00AGÊNCIA BRASIL

A Secretaria-Geral da Presidência da República informou hoje (12) que pediu à Polícia Federal para investigar a empresa que prestaria serviços de buffet no evento Dialoga Brasil, em Teresina, ontem (11), durante visita da presidenta Dilma Rousseff. Segundo a nota, informações publicadas horas antes do evento, em rede social, poderiam colocar em risco a segurança da presidenta da República, com possível caracterização de incitação a crime contra a sua pessoa.

Uma funcionária do buffet La Trufel, contratado pela Presidência da República, fez uma postagem controversa no Facebook. Ela dizia que “hoje, a nossa presidente Dilma está em Teresina, e vou ter o 'prazer' de fazer o evento para ela e toda equipe. Queria saber dos meus colegas se alguém tem algum pedido especial, afinal é uma oportunidade única”.

A publicação foi respondida por internautas com mensagens de ódio, inclusive com sugestões de envenenamento da presidenta. A assessoria da Secretaria-Geral disse que a mensagem foi vista pela equipe de monitoramento das redes sociais da Presidência, e o serviço foi suspenso duas horas antes do evento.

"Repudiamos qualquer forma de incitação a crime ou a atentado contra qualquer pessoa", diz a nota.

A Advocacia-Geral da União vai avaliar as medidas cabíveis para eventual responsabilização penal e civil dos envolvidos.

Até o fechamento desta matéria, a Agência Brasil não conseguiu contato com o buffet La Trufel nem com a funcionária que fez a publicação.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

SÃO PAULO

Mãe se joga de prédio após supostamente atirar filha pela janela do 5º andar

EDUCAÇÃO

ProUni abre inscrições no dia 11 de junho para bolsas no 2º semestre

TEMPO INDETERMINADO

Funcionários da Avianca anunciam nova greve para esta sexta

POLÊMICA

'Adoção na Passarela' remete às feiras de escravos, dizem juízes

Mais Lidas