Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Operação Proteína

PF deflagra ação contra comércio de anabolizantes em seis estados

23 JUN 17 - 07h:47G1

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta sexta-feira (23), uma operação para desarticular três organizações criminosas responsáveis pelo comércio irregular de anabolizantes e outros medicamentos para emagrecimento. São cumpridos 30 mandados de prisão e 75 de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. A participação de policiais civis, militares e federais é investigada.

As investigações começaram em julho de 2016 após informações sobre o comércio irregular das substâncias em academias, lojas de suplementos alimentares na cidade gaúcha de Rio Grande, no Sul do estado.
Segundo a Polícia Federal, parte do anabolizante irregular consumido em Rio Grande era fornecida por três organizações criminosas estabelecidas na cidade de São Paulo.

Esses grupos importavam de forma irregular, segundo a polícia, anabolizantes e medicamentos fabricados no Paraguai, na Argentina, na Índia, e em outros países. O material, sem registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), era distribuído para diversos estados.

Ainda conforme a Polícia Federal, há indícios de falsificação e comercialização de medicamentos adulterados, como hormônios de crescimento, e também da aquisição de anabolizantes no mercado interno, de forma fraudulenta, que eram desviados para serem revendidos de forma clandestina.

A estimativa da polícia é de que as três organizações movimentavam R$ 2 milhões mensalmente.

As investigações apontaram ainda que o esquema tinha participação de servidores de órgãos de segurança pública. Por isso, policiais federais, civis e militares são investigados na operação.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Universidades vão ajudar na recuperação da bacia do Rio Doce
PESQUISAS

Universidades vão ajudar na recuperação da bacia do Rio Doce

IMPORTAÇÃO

Bolsonaro diz que avalia reduzir para 4% imposto sobre produtos de TI

REUNIÃO DO G20

Japão propõe mecanismo internacional para descarte de resíduo nuclear

CUIABÁ

Tribunal condena militar que tentou vender 120 quilos de carne do batalhão

Mais Lidas