Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DIA MUNDIAL DA PAZ

Papa pede combate à indiferença pelo mundo

Papa pede combate à indiferença pelo mundo
12/08/2015 07:00 - BAND


 

Vença a indiferença e conquiste a paz" foi o tema escolhido pelo papa Francisco para o próximo Dia Mundial da Paz, celebrado no dia 1º de janeiro de 2016, anunciou o Vaticano nesta terça-feira.

A mensagem será enviada para as chancelarias de todo o mundo e traça também a linha diplomática da Santa Sé para o ano que se inicia. Além de divulgar o título do documento, o Vaticano publicou os pontos principais que serão utilizados na mensagem e a indicação de que o Pontífice quer endereçar sua diplomacia e a sua política na direção de uma luta contra a indiferença.

Ele apela para que "as famílias, os formadores de opinião, os professores, a mídia e os operadores culturais" abracem a causa.


"O aumento das informações não significa, por si só, um aumento da atenção aos problemas se não for acompanhado por uma abertura da consciência e do senso social", diz o documento. Por isso, é preciso que todos abracem a questão porque a "indiferença só pode ser vencida se for afrontada de maneira conjunta".


Segundo Jorge Mario Bergoglio, o desafio só será vencido se as pessoas se sensibilizarem para o problema e criarem um "senso de responsabilidade" sobre as gravíssimas questões que atingem a família humana, como "a violação das liberdades e dos direitos dos povos, o aproveitamento e a escravização das pessoas, a corrupção e o crime organizado, as guerras e os dramas dos refugiados".

O desafio lançado pelo líder da Igreja Católica já deve começar a ser trabalhado nas próximas ocasiões em que Francisco falará a públicos internacionais, começando pelos discursos que ele fará em setembro na Assembleia Geral das Nações Unidas e no Congresso dos Estados Unidos.

Felpuda


Nos bastidores poderosos, comentários são de que dois pretensos pré-candidatos estão deixando em polvorosa quem tinha quase certeza de que tudo estava em total “céu de brigadeiro”. Assim, enquanto ambos se movimentam aqui e acolá, o lado de lá está pensando no que fazer para evitar futuro confronto. Vale ressaltar que a dupla tem experiência que só no campo de guerra das eleições – e o desempenho não ficou a desejar.