Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

MUNDO

Palestino mata três israelenses
em ataque na Cisjordânia

26 SET 2017Por Folhapress15h:10

Três agentes de segurança israelenses foram mortos e um ficou gravemente ferido por um atirador palestino nesta terça-feira (26) na entrada no assentamento Har Adar, na Cisjordânia.

O agressor tinha 37 anos e estava armado com um revólver. Ele foi morto pela polícia após a ação.

O atirador se aproximou de uma das entradas do assentamento quando trabalhadores palestinos passavam pelos controles de segurança antes do início de suas atividades na colônia.

A atitude do palestino provocou suspeitas dos policiais e ele recebeu ordem para interromper sua caminhada, mas sacou uma pistola e abriu fogo.

O incidente foi incomum, uma vez que o agressor havia recebido uma permissão de trabalho israelense -um processo que implica verificação de segurança-, ao contrário da maioria dos palestinos envolvidos em atentados contra israelenses.

O palestino foi identificado pela polícia israelense como um habitante de Beit Surik, uma localidade próxima à colônia israelense.

Har Adar é uma colônia que tem quase 4.000 habitantes e fica na Cisjordânia, território palestino ocupado pelo exército israelense há 50 anos.

A colônia fica dentro do perímetro da barreira de segurança construída por Israel para evitar os ataques palestinos, mas que em vários trechos foi erguida em território da Cisjordânia.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também