Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 13 de novembro de 2018

Inusitado

MEC desmente notícia sobre compra e distribuição de vibradores em escolas

9 AGO 2017Por G116h:13

O Ministério da Educação desmentiu a notícia sobre a compra e distribuição de 500 mil vibradores de borracha para uso nas escolas.

O texto informa que as empresas interessadas poderiam encaminhar propostas até o dia 15 e que o MEC daria início ao certame na modalidade "concorrência".

De acordo com o órgão, o texto foi remodelado, mas a própria montagem do Diário Oficial, sem data, já denota a não veracidade das informações. Além disso, uma pesquisa rápida no Diário Oficial da União mostra que não há nenhuma menção a essa licitação.

A falsa notícia afirma que o edital prevê a compra de objetos com até 22 cm ao custo de R$ 284,40 mil. O texto finaliza ainda dizendo que os vibradores irão compor um kit com livros e CDs para entender a sexualidade e que ele "não será entregue a alunos, mas às escolas".

Apesar do tom de deboche da publicação em vários trechos, o texto tem bombado na web e as pessoas, acreditado em seu teor.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também