Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Meta central da inflação

Meta central da inflação será de
4,25% em 2019 e de 4% em 2020

Meta de inflação fixada pelo governo para estes anos é menor

29 JUN 17 - 08h:42G1

O Conselho Monetário Nacional (CMN) anunciou nesta quinta-feira (29), após reunião em Brasília, que a meta central de inflação será de 4,25% em 2019 e de 4% em 2020.

Com isso, a meta central de inflação fixada pelo governo para estes anos é menor do que aquela determinada para o período entre 2005 e 2018, ou seja, por 14 anos, de 4,5% ao ano.

O intervalo de tolerância em relação à meta central, por sua vez, foi mantido em 1,5 ponto percentual. Com isso, a inflação pode oscilar entre 2,75% e 5,75% sem que a meta seja formalmente descumprida em 2019 e entre 2,5% e 5,5% em 2020.

A meta central de inflação é o objetivo que terá de ser buscado pelo Banco Central, cujo principal instrumento é a taxa básica de juros da economia brasileira, atualmente em 10,25% ao ano.

Quando a inflação está alta e foge da meta, o BC sobe a Selic para tornar o crédito mais caro e inibir o consumo, o que tende a fazer os preços baixarem. Quando a inflação está em linha com as metas de inflação, o BC pode reduzir os juros.

Deste modo, metas de inflação menores podem significar, no caso de uma alta da inflação no futuro, que o BC pode ser obrigado a subir mais os juros, ou a reduzir menos a taxa básica da economia, para tentar cumprir os objetivos fixados - o que pode impactar para baixo o nível de atividade e o emprego.

Na semana passada, segundo pesquisa conduzida pela autoridade monetária com mais de 100 instituições financeiras, o mercado estimou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país, ficará em 3,48% neste ano, em 4,3% em 2018 e em 4,25% em 2019 e 2020.

Dificuldades em atingir a meta

Números oficiais mostram que a inflação ficou bem acima da meta central do governo em 11 dos 18 anos completos de existência do sistema de metas. A inflação ficou abaixo da meta central somente em quatro anos: 2000, 2006, 2007 e 2009.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRUMADINHO

STJ mantém decisão que mandou soltar funcionários da Vale

EMENDA APROVADA

Anac: volta de franquia gratuita de bagagem pode prejudicar abertura de aéreas

CORRUPÇÃO PASSIVA

Dodge pede ao STF 22 anos de prisão para Collor na Lava Jato

LISTA TRÍPLICE

Bolsonaro diz que decidirá sobre indicação ao TSE assim que lista chegar até ele

Mais Lidas