Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

CRITICOU

LeBron apoia Curry e diz que não é
mais uma honra visitar a Casa Branca

24 SET 2017Por Folhapress01h:00

LeBron James foi duro com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. O jogador disse que era uma grande honra para os esportistas americanos visitar a Casa Branca até ele se eleger. A declaração foi postada no Twitter neste sábado (22) em apoio a Stephen Curry, que afirmou que não queria encontrar Trump. É tradição no país os campeões da NBA e da NFL visitarem a residência oficial em Washington.

Os termos usados por LeBron James foram escolhidos a dedo. Ao desconvidar o Golden State Warriors, Trump afirmou que sempre foi uma honra para os atletas serem recebidos na Casa Branca. O astro do Cleveland Cavaliers respondeu que era uma honra até o atual presidente assumir o cargo. Ao se posicionar desta maneira, ele apoia os dois principais rivais no basquete americano, Kevin Durant e Stephen Curry.

Cleveland e Golden State se enfrentaram na última decisão da NBA e a equipe de LeBron saiu derrotada. Kevin Durant, o MVP das finais, já havia avisado que não iria ao encontro com Trump. Curry afirmou que não gostaria de ir.

O treinador do Golden State, Steve Kerr, costuma ser crítico ao presidente. Já disse que Trump é grosseiro e não tem o perfil para ocupar a Casa Branca. Em uma coletiva, ele usou termos ainda mais duros. "O homem que irá nos liderar costuma usar palavras racistas e misóginas".

Leia Também