Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FRAUDE AUTOMOBILÍSTICA

Jornal Francês noticia fraude em carros do grupo Peugeot Citroën (PSA)

Foi usado um programa que fraudava emissões de poluentes
08/09/2017 14:09 - G1


Uma investigação francesa apontou que 2 milhões de carros fabricados pelo grupo Peugeot Citroën (PSA) usaram um programa de computador que fraudava emissões de poluentes em motores a diesel. As informações foram publicadas nesta sexta-feira (8) pelo jornal "Le Monde". 

A PSA nega o uso de qualquer software fraudulento, reiterou um porta-voz em resposta à reportagem do "Le Monde". As ações do grupo caíam nas bolsas europeias nesta sexta. 

Segundo a reportagem, investigadores tiveram acesso a um documento interno da montadora com uma discussão sobre a necessidade de "tornar o dispositivo fraudulento menos óbvio e visível". 

O caso foi aberto em 2016 e é semelhante ao que levou ao escândalo da Volkswagen, que veio à tona há 2 anos: o programa de computador reduziria emissões de óxido de nitrogênio (NOx) apenas durante os testes de emissão. Nas ruas, os carros poluiriam mais do que o permitido. 

Além da Peugeot Citroën, há suspeitas contra a Renault e a Fiat Chrysler. 
Neste ano, o grupo PSA se tornou o segundo maior em volume de vendas na Europa, abaixo do Volkswagen, ao comprar a Opel, braço europeu da General Motors.

 

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.