Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Expectativa do Consumidor

Índice Nacional de Expectativa do Consumidor alcança 101,6 pontos em agosto; alta de 2,1%

31 AGO 17 - 14h:55Terra

Em agosto, o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) subiu 2,1% frente a julho e atingiu 101,6 pontos, de acordo com dados divulgados hoje (31), em Brasília, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Apesar do crescimento, o índice está 0,4% inferior ao de agosto de 2016 e 6,2% abaixo da média histórica.

Segundo a CNI, dos seis componentes do Inec, quatro cresceram em agosto, o que contribuiu para o aumento do índice. A maior alta ocorreu na expectativa de desemprego - de 7,4% em agosto ante julho -, o que sinaliza redução no número de pessoas que esperam elevação do desemprego.

Dívidas crescem 4,7%

O índice de endividamento aumentou 4,7% em agosto. As finanças das famílias também estão melhorando, já que o índice de situação financeira cresceu 2,2% este mês.

O índice de expectativas sobre a renda pessoal cresceu 1,5% em agosto. O indicador de perspectivas para compras de bens de maior valor, com alta de 0,1%, ficou praticamente estável. Somente o índice de expectativas sobre a inflação teve queda - 1,7% - em agosto, sinalizando maior preocupação dos brasileiros em relação ao aumento de preços.

A pesquisa do Inec, feita em parceria com o Ibope Inteligência, ouviu 2.002 pessoas em 143 municípios entre os dias 17 e 21 deste mês.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MORTE EM BAILE FUNK

Doria repete que não tem 'compromisso com o erro' ao falar sobre Paraisópolis

MUNDO

Coreia do Norte recusa-se a falar de desnuclearização com os EUA

MUDANÇAS

Congresso do PSDB vai marcar guinada à direita

Governador de MS, Reinaldo Azambuja, participa do evento
CONGRESSO NACIONAL

Bancada ruralista cobra apoio e se afasta do governo

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião